O que significa emagrecer?

Inevitavelmente, o processo de emagrecimento gera alterações hormonais, e por isso deve ser gerenciado de forma inteligente, sem radicalismo e restrições severas, uma vez que estas geram a perda de massa muscular de forma exacerbada, que é o que queremos evitar. Quando comparado ao tecido muscular, o gorduroso é menos ativo.

Por isso, quando há grande perda de massa muscular o metabolismo tende a ficar mais lento e o percentual de gordura aumenta. É nesse momento que as pessoas se desesperam porque ainda precisam emagrecer, mas atingiram o platô de emagrecimento, que é o estacionamento da perda de peso por uma adaptação do organismo.
Também é nesse momento que as estratégias mirabolantes e sem acompanhamento nutricional são colocadas em prática, que não geram resultado algum, e o pior: desregulam cada vez mais o metabolismo e os hormônios. Em simples palavras: o organismo vai se adaptando a restrição e ao estresse pela qual está sendo exposto.

Em minha prática clínica utilizo estratégias alimentares e suplementação de fitoterápicos e compostos bioativos, a fim de otimizar a perda de gordura corporal e a manutenção/aumento de massa magra.


Com a perda de peso lenta e gradual, associada a exercícios físicos (orientados por um educador físico), há aumento de músculos, o metabolismo se torna mais ativo e consequentemente o emagrecimento é sustentável à longo prazo. Se uma pessoa não engorda 30kg em um mês, não pode querer eliminar todo esse peso em um ou dois meses.
Outro ponto importante é que você pode ter 70kg e ser obeso, mas ter os mesmos 70kg com muitos músculos e baixo percentual de gordura. Como? Tendo um planejamento nutricional e de exercícios físicos adequados à sua individualidade.
Acho que depois dessa explicação, você compreendeu que emagrecer não significa somente perder peso. Não se prenda aos números da balança, pois o que importa é a modificação da composição corporal. Ganhar músculos e perder gordura significa emagrecer, não reduzir de 70 para 62kg em um mês por conta de uma grande perda de massa muscular. É muito melhor que em um mês, você vá de 70 para 68kg, tendo adquirido músculos e eliminado gordura, evitando a flacidez, hipertrofiando sua musculatura e fortalecendo os ossos.
Você deve estar se perguntando qual é a melhor dieta a ser seguida, e a resposta é simples: a melhor dieta é a que você consegue manter por toda vida. Você se imagina em uma dieta restritiva e radical por toda vida?