Plástica e a nutrição Ortomolecular

  

 Na hora de fazer uma cirurgia plástica consulte um Nutricionista Ortomolecular. Para maximizar os resultados, independentemente do procedimento estético a ser realizado.

Durante a cirurgia nosso organismo produz uma serie de substâncias inflamatórias e oxidativas, que em desequilíbrio podem prejudicar o resultado da cirurgia.

A ingestão nutrientes relacionados à renovação celular e cicatrização não pode ser negligenciada, nossas trilhões de células são formadas por Nutrientes.

A água é fundamental para garantir a formação de um novo tecido após a cirurgia, pois participa de todas as reações bioquímicas do nosso organismo e essas reações acontecem o tempo todo. Na pele temos células que se renovam rapidamente e o tempo todo, sendo a água fundamental para que essa renovação ocorra.

VITAMINA A é facilmente adquirida pela alimentação rica em alimentos amarelos e verde escuro como abóbora, couve, espinafre, cenoura, mamão. Sabe-se que a vitamina A tem como propriedade a ativação intra nuclear  do ciclo dos retinóides propiciando  um comportamento celular adequado, e consequentemente maior produção de fibras colágenas e elásticas; com poder antioxidante, imunorregulador.

A vitamina C  (ascorbato – forma ionizada do ácido ascórbico) :

rica em frutas cítricas como laranja, limão ,abacaxi, Morango, Acerola, Mirtillo, e framboesa Amora, Gogi Berry. A vitamina C é essencial   para a síntese do colágeno  por ser requerida na hidroxilação da prolina ( aminoácido importante para formação do colágeno) no colágeno.

A síntese do colágeno na ausência da Vit C produz fibras anormais e contribui para as lesões na pele e fragilidade vascular.

A vitamina C  também regenera a vitamina E, no combate dos radicais livres.

A vitamina C é a única vitamina que não é sintetizada pelo homem, pois não existe em nosso organismo a enzima que converte ácido L-glucônico em ácido ascórbico.  Diversos  estudos comprovaram que   utilização de vitamina C, antes e depois da cirurgia traz resultados superiores,  no que diz respeito a cicatrização, quando comparados  com  pacientes não suplementados, em função da sua capacidade antioxidante e de regeneração de outras vitaminas.

Whey protein Isolada (WPI): é uma proteína de rápida absorção.  Não contém lactose e gordura, e é rica em BCAA, aminoácidos de cadeia ramificada, que ajudam  na recuperação do desgaste muscular. É também fonte de cisteína, um aminoácido precursor de glutationa peroxidase, poderoso antioxidante. Com isso, a whey protein ajuda no combate ao extresse oxidativo.

Contribuindo para uma ótima  cicatrização e reparação  celular, pela ação dos seus  aminoácidos essências na  construção tecidual , renovação  celular, e também  a imunidade um aspecto também importante durante o  pós operatório

Silício orgânico: é um mineral fundamental para a manutenção da elasticidade da pele encontrado na aveia e é uma ótima opção quando consumida com frequência, mas quando se trata de uma cirurgia o mineral deve estar incluída na suplementação junto com os outros nutrientes essenciais para a cicatrização e reparo celular..

Zinco: Muito presente nos peixes e frutos do mar, o zinco deve  ser suplementado em cápsula ou shakes, pois também faz parte  do processo de cicatrização.

Durante a cirurgia nosso organismo produzirá uma quantidade elevada de radicais livres que devem ser neutralizados pelos antioxidantes.

O paciente que pretende fazer uma cirurgia deve estar em dia com a sua capacidade antioxidativa para que consiga obter os melhores resultados na fase da cicatrização

Como acontece a prescrição da suplementação?

Após uma avaliação profunda durante a anamnese do paciente que inclui avaliação bioquímica das vitaminas e minerais podemos avaliar quais são as carências nutricionais, e suplementar o paciente com  nutrientes utilizados durante a cicatrização como zinco, vitamina e vitamina c dentre outro.

– Qualquer paciente pode ser beneficiado com essa suplementação? Existem contraindicações?

Todos as pessoas serão beneficiadas com a suplementação durante o  pré e pós operatório, porque toda  cirurgia gera  uma agressão ao organismo, e por este motivo haverá um aumento na produção de radicais livres, que por sua vez,  são importantes  para o processo inicial da cicatrização,  porem quando essa produção é excessiva e o paciente não tem uma ingestão regular de alimentos antioxidantes o resultado da cirurgia poderá ser prejudicado, em função da grande demanda  por antioxidantes e por nutrientes reconstrutores do pós operatório.    A Suplementação serve para qualquer tipo de cirurgia?

Sim, porem cada paciente deverá  ser avaliado levando em conta as suas características clinica e necessidades  bioquímicas. Fumantes necessitam de doses maiores de antioxidantes