Inclua na sua dieta flores comestíveis, pois são nutritivas e pouco calóricas

A primavera chegou! Que tal aproveitar a estação para incluir flores comestíveis em seu cardápio? Elas deixam os pratos mais coloridos e com um visual muito atrativo! Além de saborosas, são nutritivas, pois contêm fibras, vitaminas e antocianinas – poderosos antioxidantes que combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e diversas doenças.

Mais um grande atrativo: as flores são uma ótima opção para quem está de dieta, pois são pouco calóricas. Em média, 100 g têm apenas 40 calorias. A nutricionista funcional e personal diet Luciana Harfenist, do Rio de Janeiro, apresenta algumas espécies dessas plantinhas:

Calêndula
É muito nutritiva. Suas pétalas e o pólen contêm triterpenoides, substâncias com ação anti-inflamatória. Inclua no prato também as folhas e o caule, que são ricos em luteinazeaxantina, importantes na prevenção da degeneração macular dos olhos. Em saladas, elas dão um toque especial com suas cores e aromas.

Lavanda
A maioria das pessoas acha que lavanda serve apenas para decorar ambientes ou para tratamentos de aromaterapia. Mas ela pode também ser usada em diversas receitas, como chás, biscoitos, xaropes, bolos, cheesecakes, sorvetes, geleias e tortas. É um calmante natural. Experimente!

Alcachofra
Você sabia que a alcachofra é uma flor? Essa plantinha dá uma inflorescência comestível, que deve ser consumida ainda em broto. Depois que vira uma flor aberta, suas pétalas endurecem e, por isso, não pode mais ser consumida. Ela atua na desintoxicação hepática e reduz o colesterol total.

Hibisco
Geralmente é usado em infusões. Essa plantinha ajuda a emagrecer. No intestino, ela impede parte da absorção de gordura dos alimentos. E mais: tem efeito diurético, por isso, ajuda a eliminar toxinas. Mas atenção: “o hibisco é ligeiramente ácido, por isso não deve ser consumido por pessoas com gastrite, úlcera ou azia!”, alerta a nutricionista Luciana.

Encontrar essas e outras flores comestíveis não é uma tarefa fácil. A dica é procurar produtores especializados, que não utilizem qualquer tipo de agrotóxico ou tratamento químico na plantação. Vale ressaltar que não são as mesmas disponíveis em floriculturas, ok! Outra opção é a versão seca, vendida em lojas de produtos naturais.

Que tal usar a criatividade e criar pratos lindos e gostosos com essas florzinhas? Quer dicas? Experimente o suco de frutas com rosa e a salada de folhas verdes e floresdo MdeMulher. Você e sua família vão adorar! E viva a primavera!

Leia também: